NEWS JB
Política
Cultura

19 de dez de 2014

Trens da Supervia do Ramal de Belford Roxo param e deixam passageiros na mão


BELFORD ROXO - Passageiros do ramal de Belford Roxo se encontram no momento ha mais de uma hora dentro dos trens parados. A Supervia informou pelo auto falante que o trecho que esta sem energia compreende as estações da Pavuna ate Triagem. Nesse momento os passageiros que seguiam para a Central e estavam parados na Estação de Costa Barros foram obrigados a descerem da composição. E ainda por cima nao receberam o dinheiro da passagem de volta. Uma passageira que seguia na composição foi pedir o dinheiro da passagem de volta para pegar um onibus foi informada no Guichê que eles não devolvem dinheiro, só um ticket para outra passagem.

Via: Okei Noticias

Prefeito Dennis Dauttmam entrega cestas básicas para merendeiras de Belford Roxo

BELFORD ROXO- Com objetivo de agradecer pelo bom serviço prestado no ano de 2014, o Prefeito Dennis Dauttmam se reuniu com as merendeiras da rede municipal de ensino nesta semana. Durante o encontro, realizado no Ciep Municipalizado Casemiro Meirelles, Dauttmam presenteou as funcionárias com cestas básicas. Duzentas e cinquenta merendeiras foram beneficiadas.
Dauttmam frisou que a merenda escolar é um item que tem tido toda a atenção em seu governo. “Periodicamente visito a dispensa e a cozinha das escolas para checar a qualidade do que é oferecido aos alunos. Entendemos que a boa alimentação é um dos principais elementos para garantir o aprendizado e o crescimento saudável. Por isso fiz questão de vir conversar com quem prepara este alimento e agradecer pelo empenho delas em preparar a melhor refeição para nossos jovens”.
No início de 2015, a prefeitura também vai oferecer a essas profissionais um treinamento de capacitação com objetivo garantir a excelência das merendas ofertadas aos alunos nas escolas. 

Prefeitura facilita a vida de belforroxenses

BELFORD ROXO- A Prefeitura de Belford Roxo, através da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos e da Fundação de Desenvolvimento Social da cidade, a Funbel, realizou nesta quinta-feira (18) mais uma edição da perícia médica para os beneficiários do Vale Social. A iniciativa assegura aos portadores de necessidades especiais e doenças crônicas – público alvo do benefício – a realização do exame dentro de Belford Roxo. Antes, quem solicitava o vale era obrigado a ir centro da cidade do Rio de Janeiro para fazer a perícia.
Nesta quinta, 25 pessoas passaram pelo exame. Todas devem receber o vale em aproximadamente dois meses.
O benefício, concedido pelo Governo do Estado, assegura transporte gratuito para portadores de deficiência física, visual, auditiva ou mental, e também para aqueles com doenças crônicas que estejam em tratamento de saúde.  O vale pode ser utilizado por adultos e crianças em ônibus de linhas municipais de Belford Roxo e intermunicipais, além de barcas, metrô e trens. Menores de idade e adultos incapazes de se locomoverem sozinhos, sejam eles deficientes ou doentes crônicos, têm direito à gratuidade também para um acompanhante.
Para solicitar o Vale Social é necessário comparecer ao posto de atendimento, localizado na Funbel (Rua Adélia Sarruf, n°39 – Areia Branca), com documentos e laudos médicos do proponente.

Idosos de Belford Roxo ganham comemoração natalina especial

BELFORD ROXO- Para festejar o Natal e comemorar todas as boas conquistas de 2014, os idosos do Projeto Melhor Idade em Movimento ganharam nesta quinta-feira, 18 de dezembro, um baile
​especial 
de confraternização. Durante a festa, promovida pela Prefeitura de Belford Roxo, através da Secretaria de Assuntos Especiais, teve show ao vivo, uma farta mesa de guloseimas,  gincanas, distribuição de brindes e panetones, além de muita animação. Trezentos idosos marcaram presença no evento.

O ponto alto da comemoração foi a apresentação do Coral Vozes em Movimento, fruto do Projeto Melhor Idade em Movimento. Os idosos integrantes do grupo fizeram uma apresentação especial embalada pelo clima natalino.
A iniciativa Melhor Idade em Movimento tem como objetivo proporcionar uma melhor qualidade de vida aos idosos belforroxenses, dando a eles a oportunidade de praticar atividades físicas, melhorar o condicionamento físico e a coordenação motora gratuitamente. Além disso, faz parte do projeto uma série de ações voltadas à terceira idade como ginástica matinal, almoço dançante, passeios, caminhadas, cafés da manhã e bailes temáticos.

TRE multa três vereadores

Márcio Canella, de Belford Roxo,
 foi eleito deputado estadual
BELFORD ROXO - O vereador de Belford Roxo e deputado estadual eleito Márcio Canella (PSL) e os vereadores de Duque de Caxias Doutor Maurício e Serginho (ambos do PR) foram multados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por propaganda irregular.

Canella, Doutor Maurício (que foi candidato a deputado estadual) e Serginho (que disputou uma vaga na Câmara dos Deputados) terão que pagar, cada um, R$ 2 mil.

De acordo com o corregedor eleitoral Alexandre Mesquita, os três usaram “vasta quantidade de propagandas superpostas, com efeito outdoor”, o que é proibido pela legislação. Ainda cabe recurso da decisão.

Segundo o Ministério Público Eleitoral, a fiscalização do TRE identificou 82 placas publicitárias num imóvel particular na Rodovia Washington Luís, esquina com Avenida Presidente Kennedy, no Lote Quinze, em Duque de Caxias, além de diversas placas espalhadas ao longo da via. Encontrou, ainda, 42 placas na Av. Presidente Kennedy, próximo à entrada da Cidade dos Meninos. Segundo o MP, a forma da veiculação anula a possibilidade de que os beneficiários não tenham tido conhecimento das propagandas, veiculadas nos seus redutos eleitorais.

Canella alegou que teve muitos colaboradores e que um deles pode ter feito a irregularidade sem seu conhecimento. Ele vai esperar ser notificado para ver se recorreDoutor Maurício e Serginho não foram encontrados para comentar o caso.

Via Extra

Nova forma de combate ao crime: 54ª DP cria Grupo de Análise Criminal

BELFORD ROXO - Na Baixada Fluminense o número de roubos e furtos cresceu de maneira assustadora em 2014. Segundo o Instituto de Segurança Pública (ISP), de janeiro a outubro deste ano foram registradas 12.015 ocorrências, 593 a mais que no mesmo período de 2013. Em Belford Roxo, os números mostram que trabalho desenvolvido, somente em 2014, pela equipe comandada pelo delegado Luiz Henrique Ferreira Guimarães na 54ª DP vem gerando resultados extremamente positivos para a população do município.


O foco da delegacia tem sido o crime de roubo. Segundo o delegado, ao se assustarem com a abordagem do bandido, as vítimas podem ter um reflexo equivocado gerando uma reação fatal por parte do assaltante, causando o latrocínio (roubo seguido de morte). “Desde que assumimos a delegacia nosso foco principal é o crime de roubo, porque além de tirar patrimônio de pessoas, ele pode tirar a vida. O indivíduo pode virar a esquina com seu veículo e sua família e um marginal fazer o sinal para você parar o seu automóvel e você não parar. O bandido não vai excitar em atirar, ele não quer saber se tem uma criança dentro do carro, não quer saber se tem um idoso, ele não se preocupa com nada disso”, disse Guimarães.


Buscando alcançar as metas estabelecidas pela Secretaria de Segurança Pública do Estado (SESEG), agentes da 54ª DP criaram de forma pioneira o Grupo de Análise Criminal. O grupo realiza uma busca em todas as ocorrências de roubo registradas no município rastreando elementos que ligam um fato a outro. Segundo o delegado Guimarães, a análise dos inquéritos aponta que os crimes são realizados pelos mesmos autores em uma determinada região. “Sabendo que hoje quando uma pessoa é presa por roubo, ela pode receber, por exemplo, seis anos de condenação e desses seis, cumprir um sexto da pena e já ganhar acesso à rua por ‘bom comportamento’, fazemos uma busca nas delegacias atrás de uma assinatura que nos leve a crer que a infração foi cometida pelo mesmo autor”, frisa o delegado titular. “A gente consegue fazer com que os autores dos furtos recebam três, quatro, cinco condenações posteriores e passe 10 ou mais anos presa”, complementou Guimarães.

Desde o início do ano até ontem, a 54ª DP de Belford Roxo já realizou 249 prisões e expediu 388 pedidos de prisão e busca e apreensão de menores infratores. Entre os presos encontra-se Alexandre Marcelo Gomes, de 44 anos, conhecido como o “Ladrão do Pálio prata”, que durante o ano aterrorizou as mulheres do município a caminho do trabalho, sempre entre às 5h30 e 9h. Contra Alexandre, os agentes da delegacia de Belford Roxo encontraram 98 anotações por roubo, sendo que em seis, ele também foi enquadrado no artigo 213 do Código Penal por constranger as vítimas mediante a violência sexual. Graças ao Grupo de Análise Criminal, o ladrão do Pálio prata pegará 30 anos de prisão em regime fechado.

Para o delegado Luiz Henrique Guimarães, a principal causa do grande número de encarceramento no país é a impunidade. Hoje o Brasil ocupa o terceiro lugar no ranking dos países com o maior número de presos. “Embora pareça algo paradoxal, na prática não é. Criaram tantas medidas ‘despenalizadas’ e ‘desprisionais’ que o preso percebeu que a privação de liberdade e a cadeia não é um obstáculo para a prática do crime. Quanto mais se ‘despenaliza’, mais se aumenta a população carcerária porque o preso já percebeu que compensa cometer o crime. Nossos inquéritos mostram isso, um único preso já foi reconhecido e identificado em diferentes procedimentos e também respondendo outros crimes, estando em liberdade. Por isso digo com enorme segurança, a maior causa de aprisionamento é justamente a impunidade”, declarou Guimarães.
Via Jornal Hoje

Ministério Público pela Educação presta contas em Belford Roxo

BELFORD ROXO - “Quando há união em torno do mesmo objetivo, não há obstáculos. Educação não se faz com uma só pessoa, se faz com a participação de todos”. Foi desta maneira que a professora de português Elionor Ferreira resumiu a experiência bem sucedida da escola Imaculada Conceição, de Belford Roxo, para oferecer ensino de qualidade aos seus alunos. A escola foi citada como modelo de gestão durante audiência pública do projeto Ministério Público pela Educação (MPEduc), realizada na quarta-feira (17).Mais de 130 pessoas estiveram presentes na segunda audiência pública no município, que abriu espaço para que a prestação de contas sobre o que foi feito após as primeiras fases do projeto, com o diagnóstico da rede de ensino e as recomendações expedidas pelos Ministérios Públicos Federal e Estadual.

O procurador da República Eduardo El Hage abriu o evento e fez um resumo das 13 recomendações expedidas ao município. Ele esclareceu que o objetivo do projeto não é sanar todas as irregularidades, mas cobrar medidas possíveis com prazos viáveis para melhorar a qualidade do ensino. “É um trabalho de parceria, no qual se evita levar à Justiça o que foi recomendado ao gestor. Tentamos ao máximo o trabalho de parceria, de conciliação”, explicou aos presentes, sem descartar a possibilidade de ação judicial no caso do descumprimento das recomendações.
A promotora de Justiça Elayne Rodrigues, do Ministério Público do Rio de Janeiro, destacou as visitas às escolas e a necessidade de aperfeiçoamento dos mecanismos de controle social da educação. Defendeu, ainda, que os gestores das escolas sejam eleitos pela própria comunidade, o que pode refletir na qualidade do ensino oferecido às crianças: “Quando o gestor tem legitimidade, há relação direta com boa prestação de serviços e com um bom Índice de Desenvolvimento da Educação Básica”.

Educação Infantil como referência

O secretário de Educação de Belford Roxo, Wagner Turques, reforçou o compromisso do município com a educação infantil e anunciou que o objetivo da Prefeitura é que ele se torne referência na Baixada Fluminense. Já a assessoria técnica da Secretaria Municipal de Educação, Roberta Barreto, apresentou como o município cumpriu 12 das 13 recomendações expedidas. Foram adotadas medidas para dar mais transparência à aplicação dos recursos, capacitação do corpo docente e melhorias estruturais nas escolas. A única ainda não cumprida pede a sinalização de trânsito no entorno das escolas. Segundo Roberta, já existe processo de licitação em andamento e a sinalização deve ser instalada até março de 2015. O procurador da República Eduardo El Hage alertou que pode ser movida ação se o prazo não for atendido.
A comunidade participou ativamente da audiência, levantando, entre outros problemas, o processo de indicação de diretores de escolas, a qualidade da merenda escolar e do material didático, a demora na nomeação de professores concursados, a estrutura e segurança das escolas. Cristina Lúcia, que trabalha na rede municipal de ensino, elogiou o projeto: “O MPEduc é um divisor de águas na educação de Belford Roxo.”

Saiba o que é o MP Educação

O projeto tem objetivos como identificar os motivos do baixo Ideb; acompanhar as políticas e destinação de recursos públicos na educação; verificar a efetividade dos conselhos sociais nessa área; e levar ao conhecimento do cidadão informações essenciais sobre seu direito a uma educação de qualidade e seu dever em contribuir para o serviço ser ofertado adequadamente.


Lançado em abril, o projeto MPEduc é realizado em três etapas: diagnóstico das condições do serviço de educação pública; apresentação de medidas corretivas aos gestores públicos; e prestação de contas à sociedade das providências adotadas e de resultados obtidos.
Via Jornal Hoje
Distributed By My Blogger Themes | Designed By Seo Blogger Templates