NEWS JB
Política
Cultura

28/11/2014

Picciani leva a oposição

Apesar de não ter apoio de Garotinho e Crivella, deputado terá a seu lado PR, PRB e PCdoB

POLÍTICA - Num grande acordo costurado ontem, o PR de Anthony Garotinho decidiu apoiar a candidatura do presidente do PMDB do Rio, Jorge Picciani, à presidência da Assembleia Legislativa do Rio. O partido de oposição formou um bloco com PRB e PCdoB, garantindo a primeira-secretaria para Geraldo Pudim (PR).

A decisão contrariou Garotinho e Marcelo Crivella (PRB). O primeiro preferia que o partido formasse ou uma chapa de oposição ou ficasse neutro. Já Crivella defendia o apoio ao atual presidente Paulo Melo (PMDB). Teve mais força a voz do ministro da Pesca, Eduardo Lopes (PRB), que defendia o acordo com Picciani.

— Lamentavelmente, decidiram apoiar Picciani, com Geraldo Pudim na 1ª secretaria — criticou Garotinho, em seu blog na internet.
Via Extra

Bairro de Maringá ganha sua primeira árvore de Natal

BELFORD ROXO - Os moradores de Maringá, em Belford Roxo , ganharam nesta semana, um dos símbolos mais notórios do natal, uma árvore natalina toda iluminada e decorada.
A iniciativa da ação é do vereador Tayano (PMDB), com apoio de amigos e moradores do bairro.

O intuito é homenagear a população belforroxense, em especial aos moradores do bairro Maringá, dando um toque especial nas comemorações natalinas.

Após algumas horas de muito trabalho a árvore ganhou brilho e com ela a atenção de todos que passavam pelo local.


Via B.Roxo On Line / Noticias de Belford Roxo 
Fotos Facebook

Morre Roberto Gómez Bolaños, criador de Chaves e Chapolin

Morreu nesta sexta-feira (28), às 14h30 (horário do México), aos 85 anos, Roberto Gómez Bolaños, criador dos seriados "Chaves" e "Chapolin". Bolanõs foi humorista, escritor, ator, produtor de cinema, televisão e teatro.

A causa da morte não foi confirmada. Em fevereiro deste ano, quando Roberto Bolaños completou 85 anos, um parente confirmou à agência de notícias Efe que a saúde dele era “frágil” e que ele permanecia quase o tempo todo na cama, com acompanhamento 24 horas por dia.
Roberto Bolaños tirou seu apelido do dramaturgo William Shakespeare, cujo diminutivo em Espanhol era "Chespirito". Há alguns anos, ele se mudou para Cancún, no México, junto com a mulher Florinda Meza, a Dona Florinda da série.
A última mensagem divulgada pelo perfil oficial de Bolaños no Twitter foi: "Todo meu amor, para o Brasil", em resposta a uma fã brasileira no microblog.
Colegas e presidente lamentam
"O México perdeu um ícone, cujo trabalho transcendeu gerações e fronteiras", disse o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto.
 Chaves (Roberto Bolaños) posa ao lado dos personagens Jaiminho (Raúl Padilla), Dona Clotilde (Angelines Fernández), Chiquinha (Maria Antonieta de Las Nieves), Professor Girafales (Rubén Aguirre) e Dona Florinda (Florinda Meza) (Foto: Divulgação/SBT)Chaves (Roberto Bolaños) posa ao lado dos personagens Jaiminho (Raúl Padilla), Dona Clotilde (Angelines Fernández), Chiquinha (Maria Antonieta de Las Nieves), Professor Girafales (Rubén Aguirre) e Dona Florinda (Florinda Meza) (Foto: Divulgação/SBT)
Edgar Vivar, que interpretou o Senhor Barriga, falou à Televisa: "Estou em estado de choque. Não pensei que me fosse afetar tanto. Meu telefone não para de tocar. Um abraço compartilhado com milhões de pessoas do mundo. Vou lembrar dele sempre com sorriso e com ânimo. Temos que agradecer a Deus. Seu bom humor é a maior lembrança."
É melhor morrer do que perder a vida"
Chaves, personagem de Roberto Gómez Bolaños
"Roberto, você não vai, permanece em meu coração e em todos os corações de tantos a quem fez feliz. Adeus Chaves para sempre", disse no Twitter Edgard Vivar.
Trabalho reconhecido no mundo
"Chaves" foi o programa mais visto da televisão mexicana e foi dublado em 50 idiomas, segundo a Televisa.
Além disso, Bolaños escreveu roteiros de 50 filmes no México e atuou em 11. No Twiter, ele tinha mais 6 milhões de seguidores.
  •  
Roberto Bolaños acena em uma coletiva de imprensa em abril de 2007 em Bogotá, na Colômbia (Foto: Mauricio Duenas/AFP)Roberto Bolaños acena em uma coletiva de imprensa em abril de 2007 em Bogotá, na Colômbia (Foto: Mauricio Duenas/AFP)
Trajetória
Bolaños nasceu na Cidade do México em 21 de fevereiro de 1929. Estudou engenharia, mas nunca exerceu a profissão. Começou sua carreira profissional na publicidade, onde começou a trabalhar em roteiros.
Casou-se pela primeira vez com a escritora Graciela Fernández, com quem teve seis filhos. Só em 2004 oficializaria seu casamento com a atriz Florinda Meza, a Dona Florinda.
Escultura de 9m de altura de personagem interpretado pelo mexicano Roberto Gómez  Bolaños está exposta em frente a shopping (Foto: Luis Robayo/AFP)Escultura de 9m de altura de personagem interpretado pelo mexicano Roberto Gómez Bolaños está exposta em frente a shopping (Foto: Luis Robayo/AFP)
Ganhou o apelido de Chesperito do diretor de cinema Agustín P. Delgado por causa do 1,60 de altura.

Foi só em 1968 que começou sua carreira de ator, na emissora TIM, em séries como “Los Supergenios de la Mesa Cuadrada” e “El Ciudadano Gómez”, em espaços de 30 minutos de duração aos sábados.
Roberto Gómez Bolaños (sentado) e ex-atores de "Chaves" participam de evento no México (Foto: AP/Eduardo Verdugo)Roberto Gómez Bolaños (sentado) e ex-atores de "Chaves" participam de evento no México (Foto: AP/Eduardo Verdugo)
Foi só na década de 1970 que começaram a ser exibidos as séries que fizeram de Bolaños um gigante do humor: "Chespirito", "Chapolin" e "Chaves". A partir de 1973, quase todos os países da América Latina tinha na programação de TV episídios dos programas.
O jornal mexicano "Excelsior" cita a seguinte declaração de Bolaños a um TV espanhola sobre seu personagem mais famoso no Brasil: "Chaves, ainda que carecendo de quase tudo, é otimista, aproveita a vida, brinca, se emociona e tem o maravilhoso dom que é a vida"
Roberto ficou conhecido no México pelo nome de um dos seus primeiro personagens, Chespirito. Mas foram os programas "Chaves" e "Chapolin", ainda exibidos pelo SBT, que ficaram mais famosos no Brasil.
Roberto Gomes Bolaños, o criador dos seriados Chaves e Chapolin (Foto: Francisco Vega/AFP)Roberto Gomes Bolaños, o criador dos seriados Chaves e Chapolin (Foto: Francisco Vega/AFP)
  •  
Casados na vida real, Florinda Meza e Roberto Bolaños interpretavam Dona Florinda e Chaves (Foto: Divulgação)Casados na vida real, Florinda Meza e Roberto Bolaños interpretavam Dona Florinda e Chaves (Foto: Divulgação)
Rubén Aguirre contrancena com Roberto Bolaños em episódio de 'Chapolin' (Foto: Divulgação/SBT)Rubén Aguirre contrancena com Roberto Bolaños em episódio de 'Chapolin' (Foto: Divulgação/SBT)

via: G1

Belford Roxo ganha Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher‏

BELFORD ROXO - Belford Roxo conta agora com um instrumento para defender, fiscalizar e implementar políticas públicas em prol das mulheres. Isso porque nesta sexta-feira (28 de novembro) foi realizada a cerimônia de posse do primeiro Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher da cidade. Com a iniciativa, Belford Roxo se torna o 26° município, dentre os 92 do estado, a contar com este tipo de órgão.

A atividade do novo conselho foi regulamentada pela Leis Municipais n° 804/2000 e n° 154/2014 e garantem ao comitê caráter consultivo, deliberativo e normativo a cerca dos projetos e ações públicas que visam garantir os direitos do público feminino. Além disso, o conselho será responsável por promover estratégias para combater a violência, o preconceito, incentivar a inserção de mulheres no mercado de trabalho, bem como, ampliar as ações de valorização a elas.

De acordo com a Superintendente de Políticas para Mulheres  da Prefeitura de Belford Roxo e Presidente do conselho, Vera do Amaral, a efetivação do órgão é uma grande  conquista possibilitada pelo Prefeito Dennis Dauttmam e que vai beneficiar a maior parte da população belforroxense, tendo em vista que 52% dela é constituída por mulheres.

“Em Belford Roxo nós somos a maioria e precisamos de valorização. E é nesse sentido que o conselho vai ajudar. Ele vai servir como instrumento para elaborar, fiscalizar e efetivar a valorização que nós precisamos, garantindo os direitos previstos na lei para as mulheres belforroxenses. Agradeço ao prefeito por vestir essa camisa e levantar a bandeira da não violência contra a mulher”, frisou Vera do Amaral.

A Subsecretária de Políticas para Mulheres da cidade do Rio de Janeiro, Helena Piragibe, participou do evento e fez questão de parabenizar Belford Roxo pela implantação do conselho. “Poucas cidades no país tem a preocupação de criar um órgão como este para dar assistência às mulheres, que até hoje são vítimas de preconceito e violência. Belford Roxo saiu inclusive na frente da cidade do Rio neste quesito”, disse.

O Conselho será formado por 32 membros representantes do Governo Municipal e da Sociedade Civil, incluindo instituições, movimentos e ONGs.

O Secretário de Governo e Desenvolvimento Econômico de Belford Roxo, Wagner Dantas, que empossou o comitê ressaltou que o órgão servirá de apoio às atividades desenvolvidas pela prefeitura no que tange a minimização do preconceito e da desigualdade. “Num município com cerca de 6.080 habitantes por Km² a desigualdade existe. Muitos fatores contribuem para isso. Porém, quando contamos com grupos com este que ajudam a diminuir a desigualdade e o preconceito, conseguimos progredir e neste caso, ​também ​igualitar a posição da mulher na sociedade”, concluiu.
​​​
Participaram do evento o presidente da OAB- Belford Roxo, Abelardo Tenório, a Delegada Titular da DEAM, Gisele do Espírito Santo, a Secretária Municipal de Ciência e Tecnologia e membro do Conselho Estadual da Mulher, Dilcéia Quintela, a Secretária de Assuntos Institucionais de Mesquita e Delegada da Polícia Civil, Maria Camardela, vereadores, além de outros secretários e representantes das Prefeituras de Belford Roxo, Nova Iguaçu, Queimados e Mesquita.
 ​
Via: Imprensa PMBR
Fotos: Ronaldo Bapt

Lei do Rio obriga motoristas a sair do carro na hora d


BELFORD ROXOApesar da lei municipal 5.783/2014 determinar que é proibido abastecer o Gás Natural Veicular (GNV) com pessoas dentro do veículo, a norma é desrespeitada em alguns postos de abastecimento no Rio. A principal desculpa dos motoristas é de que desconhecem a norma publicada em agosto deste ano pelos vereadores. A discussão sobre a lei voltou à tona por causa da morte dos primos Mateus Magno Rosani de Oliveira e Gustavo de Souza Oliveira, ambos de 9 anos, durante explosão em um posto de gasolina, no Colégio, na Zona Norte do Rio, no sábado. O autônomo Charles Reverson Amante Lopes, de 37 anos, foi flagrado nesta segunda-feira na situação, enquanto abastecia no estabelecimento da Rede Português, no Mallet, na Zona Oeste. Charles ainda digitava no celular, prática que também é reprovada.


O autônomo reclamou que o posto não o alertou sobre a norma. O texto da legislação ordena que é necessária a "afixação de avisos proibitivos nos locais abrangidos pela presente Lei".

- Estou todo errado. Eu desconhecia essa lei. Vou tentar tomar mais cuidado na próxima vez. Mas, ninguém me alertou ou pediu para eu sair do carro - afirmou.
Ainda no local, o responsável pelo posto deu uma versão diferente. Ele orientou a funcionária que fez o atendimento de Charles que ela deveria ter recusado o cliente, já que o autônomo teria se negado a descer do veículo. Essa é a prática da rede, segundo o gerente.
No posto da Rede Raro, no Caju, na Zona Norte do Rio, a cena se repetiu. O comerciante Ivanildo de Oliveira, de 49 anos, contou que conhecia a lei, entretanto, "por esquecimento" não saiu do carro. No estabelecimento, também não foi encontrado cartaz avisando aos motoristas da lei municipal. O gerente do espaço afirmou que iria afixar no fim do dia.
- É descuido total meu. Depois dessa tragédia, vou evitar ficar dentro do carro na hora de abastecer com certeza - disse Ivanildo.


Mãe da pequena Antônia, de 3 anos, Juliana Carla Castro, de 24 anos, ficou sensibilizada com a tragédia deste fim de semana. A estudante afirmou que sempre fica fora do carro na hora do abastecimento, principalmente, depois que viram de perto a explosão de um cilindro de GNV, na Rodovia Washington Luiz, em Duque de Caxias, em junho do ano passado. Na ocasião, duas crianças morreram. Mãe e filha estavam com o avô José Raimundo Castro, de 56, no posto Brasil Grande, em Bonsucesso, na Zona Norte.
- É difícil um frentista pedir para a gente sair do carro. Independente disso, eu sempre saio com a minha filha, todo mundo que está ali dentro. Tenho medo de que aconteça alguma explosão - contou Juliana.

A gerente administrativa do posto da rede BR, em Vila Valqueire, na Zona Oeste, apontou a falta de conscientização dos consumidores para explicar a resistência de muitos na hora de descer do veículo. Fátima Mendes, de 40 anos, alegou que todos seus funcionários orientam os motoristas a saírem do carro, porém, os mesmos não podem obrigar que eles se retirem.
- O consumidor não gosta e acaba não voltando. Deveria ter uma punição mais rigorosa para esses casos. Estou pensando em colocar um cartaz maior aqui para chamar atenção mesmo para o perigo - prometeu Fátima.
A lei municipal estabelece que o descumprimento da norma acarreta multa no valor de R$ 500 ao proprietário do estabelecimento. A quantia pode dobrar no caso de reincidência.

O caso

O cilindro de gás do veículo onde Mateus Magno Rosani de Oliveira e Gustavo de Souza Oliveira estavam explodiu, por volta das 21h20m de sábado, enquanto era abastecido no posto Grifo, localizado na Avenida Martin Luther King Junior, no Colégio. Os demais ocupantes do carro, identificados como Jorge Magno de Souza Oliveira, de 44 anos, Edneia Rosane de Oliveira, de 47, e Letícia Rosane de Oliveira, de 19 - pais e irmã de Mateus, não sofreram ferimentos graves. As crianças foram enterradas nesta segunda-feira sob forte comoção.

Foto: Foto: Fábio Guimarães / Extra
via: Extra

Tudo o que você precisa saber sobre a Black Friday


BELFORD ROXO- Começa hoje (28) a quarta edição da Black Friday, marcada por descontos e promoções em lojas online. Para quem não conhece, a Black Friday surgiu nos Estados Unidos como um dia de liquidações e acontece um dia após a Ação de Graças, feriado americano comemorado na 4ª quinta-feira do mês de novembro.

No Brasil, o evento ganhou uma versão online que acontece desde 2010. No ano seguinte, o país também passou a receber a Cyber Monday, dia de descontos em eletrônicos que ocorre na segunda-feira seguinte à sexta-feira da Black Friday.
Em 2013, o faturamento do evento no Brasil foi de R$ 770 milhões em um só dia. Para 2014, a expectativa é que a Black Friday movimente R$ 1,2 bilhão, segundo previsão da E-bit. Trata-se de um aumento de 56% em relação ao ano passado.

Vale lembrar, no entanto, que muitas vezes os e-commerces criam promoções fraudulentas ou com descontos que não valem a pena em relação ao preço anterior. Por outro lado, se em 2012 o maior evento de compras virtuais do país levantou uma enxurrada de reclamações, no ano seguinte os casos de enganação diminuíram e, em 2014, a expectativa é que a Black Friday chame mais atenção pelos descontos do que pelos problemas.

De acordo com Pedro Eugênio, CEO do Busca Descontos (um dos grandes agregadores da Black Friday), o brasileiro "pode confiar na Black Friday". Isso porque o executivo acredita que o consumidor amadureceu em relação a edições anteriores e aprendeu a aproveitar o evento. "O consumidor tem o poder na mão, ele pode acompanhar os preços e as lojas perderam o poder de fazer maquiagem", disse ao Olhar Digital.

via: olhar digital

Inocentes de Belford Roxo já tem rainha de bateria


BELFORD ROXO - A Inocentes de Belford Roxo, escola da Série A do carnaval carioca, escolheu a sua rainha de bateria. Natural de Saquarema, Luana Caetano fará sua estreia no posto. A morena, de 24 anos, é formado em Educação Física e foi eleita Garota Búzios este ano. Ela, que atualmente mora em Ipanema, garantiu que vai estar presente na quadra e já começou a pensar na fantasia: “Vai ser ousada e com muito brilho! Eu quero entrar arrasando e causar na Sapucaí”.

Via Extra

Distributed By My Blogger Themes | Designed By Seo Blogger Templates